Categoria: Saúde
CÓDIGO: 18109447
TÍTULO: Cordas Virtuais
DESDE: 04-2010
AUTOR / RESPONSÁVEL: Flávia Tamarindo
URL: cordasvirtuais.blogspot.com/
Você pode votar 1 vez por email, por Facebook e pelo Twitter

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Mundo Singular: Entenda o Autismo - Dra Ana Beatriz Barbosa Silva

Uma dica maravilhosa de livro sobre Autismo, para quem quer conhecer mais e melhor sobre o assunto. Boa leitura!

 

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

14 de Novembro - Dia Nacional da Alfabetização




Aprendendo a ler e escrever com ajuda da Fonoaudiologia

A alfabetização de uma criança ultrapassa os hábitos de leitura e escrita e, também, é um ato de inserção social na vida de qualquer pessoa.

No Dia Nacional da Alfabetização, 14 de novembro, o Conselho Federal de Fonoaudiologia (CFFa), reforça parceria necessária no âmbito escolar entre fonoaudiólogo e professor para um processo de aprendizagem qualificado. A alfabetização de uma criança ultrapassa os hábitos de leitura e escrita e, também, é um ato de inserção social na vida de qualquer pessoa.
A atuação no fonoaudiólogo na educação é regulada pela Lei 6965/81, que define as competências do fonoaudiólogo dentro da equipe de Orientação e Planejamento Escolar. Mas acontece que muitas escolas ainda não têm o fonoaudiólogo em seu corpo de funcionários, e só procuram pelo profissional quando um problema de aprendizagem é detectado, muitas vezes, tardiamente.
É nesse sentido que o fonoaudiólogo e conselheiro do CFFa, Jaime Zorzi, alerta para o trabalho imprescindível do fonoaudiólogo não apenas no tratamento desses problemas, mas também na atuação preventiva. “Além de ter um papel orientador, o desenvolvimento de ações de prevenção também compete ao fonoaudiólogo educacional”, explica.
São inúmeras as formas que a Fonoaudiologia pode auxiliar o professor, os pais e os alunos, por isso a integração do profissional no ambiente escolar é cada vez mais necessária. “É preciso que o gestor público e o administrador escolar tenham ciência das competências do fonoaudiólogo dentro do processo de ensino-aprendizagem”, reforça a presidente do CFFa, Bianca Queiroga.
É importante lembrar que não é permitida a realização de atendimento clínico/terapêutico dentro das escolas. No caso de indicação, o fonoaudiólogo educacional deve encaminhar para tratamento fora da escola, conforme Resolução nº309/2005.

Fonte: Conselho Federal de Fonoaudiologia

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Saúde Auditiva





SAIBA COMO TER UMA BOA AUDIÇÃO


De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), pelo menos 800 milhões de pessoas sofrem alguma perda auditiva no mundo. Algumas medidas de prevenção são essenciais para manter uma audição saudável.

São elas:

1 – Respeite os intervalos de repouso sonoro quando a exposição a altos níveis de intensidade é constante;
2 – Use protetores auditivos quando recomendado, principalmente em locais de trabalho que causam risco à audição pela exposição a altos níveis de intensidade sonora;
3 - Objetos pontiagudos devem estar sempre afastados do ouvido;
4 – O cotonete deve ser usado para limpeza do excesso de cera na parte mais externa do ouvido e para secar a orelha. Jamais deve ser introduzido no canal;
5 – Evite a automedicação;
6 – Evitar a exposição prolongada a sons em forte intensidade. Para isso, controle o volume do seu MP3, TV ou som do carro.

Estudos indicam que cerca de 15% da população, com idade entre 20 e 69 anos, tem perda auditiva por exposição a sons altos ou ruído no trabalho ou em atividades de lazer. 
Em casos de dor, desconforto, coceira ou qualquer outra alteração, procure o médico Otorrinolaringologista que avaliará o seu caso e a necessidade de exames audiológicos, estes realizados pelo Fonoaudiólogo. O tratamento, de acordo com o caso, pode ser medicamentoso ou pode ser indicado o uso de aparelhos auditivos. Pessoas que fazem natação devem ter um cuidado especial com o ouvido. O contato frequente com a água pode causar obstrução e infecção.




Cera no ouvido: aprenda a maneira correta de retirá-la

Muita gente pensa que ter cera no ouvido é sinônimo de sujeira. Mas, sujeira mesmo é o que se faz tentando retirá-la. Como nem todos procedem de maneira correta, acabam provocando infecções na orelha e até problemas auditivos.


Um dos equívocos mais comuns é retirar a cera da parte interna dos ouvidos. Apesar de ser entendida como sujeira, essa cera é justamente a proteção do sistema auditivo e não deve ser retirada. É ela quem protege nossos ouvidos da entrada de insetos e absorve a água que sobra do banho. O excesso, quando existe, é eliminado pelo próprio organismo.

O uso de hastes flexíveis só é indicado para a parte externa da orelha, caso contrário, elas podem jogar ainda mais a cera para dentro dos ouvidos e formar uma espécie de rolha que os tampe completamente.

Nestes casos, em que a audição fica perceptivelmente ruim, a recomendação é procurar um otorrinolaringologista para fazer a limpeza correta. Retirar demais a cera também pode causar ressecamento no local, o que gera coceira e propicia infecções. Além de dar a sensação de que existe água dentro do ouvido constantemente. O correto é umedecer uma toalha e, com a ponta do dedo envolvida nela, limpar a parte externa do ouvido. Só depois disso é que é recomendado o uso das hastes flexíveis, também somente na parte externa, para secar a parte que foi umedecida. Lavar com água e sabão, durante o banho, só tomando muito cuidado para não deixar nem uma gota d'água entrar no ouvido.

sábado, 13 de outubro de 2012

I JORNADA DE IMPLANTE COCLEAR DO HOSPITAL AGAMENON MAGALHÃES



Olá pessoal, recebi o convite e estou divulgando.


O Hospital Agamenon Magalhães em Recife-PE, realizará nos próximos dias 19 e 20 de outubro a I JORNADA DE IMPLANTE COCLEAR DO HAM.


O dia 19/10 será  destinado a médicos e fonoaudiólogos, com temas abordando o diagnóstico precoce da perda auditiva, a triagem  auditiva neonatal, as alternativas hoje para o tratamento da perda auditiva, além das atualidades sobre o Implante Coclear. São temas que interessam não apenas ao fonoaudiólogo, mas também aos otorrinolaringologistas, pediatras, neonatologistas e outras especialidades relacionadas. Segue o programa.


No dia 20/10, a manhã será destinada a pacientes (candidatos ou implantados) e familiares, portanto, podem convidar os seus pacientes.

Não percam esta oportunidade!
Abraço.





Programação